quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

A pornografia dos pobres vem à boleia com o comboio da desmotivação.

Pois é, uma vez mais fui atropelada pelo amplo e possante comboio da desmotivação. Tive um desvairo, adoeci na terça-feira passada (fez ontem uma semana) e a coisa revelou-se ser mais preocupante do que eu alguma vez imaginaria.
Portanto, viro-me para este mundinho para tentar distrair-me, um pouco que seja, pelo menos.
Ah sim! Ainda estou perplexa com o resultado do jogo de ontem; com que então o S.L.B. venceu o Liverpool por uma bola a zero quando leva um pontapé no traseiro do Vitória de Guimarães? Ainda alguém há-de tentar explicar-me isso – há coisas que simplesmente não fazem click na minha cabecinha loira.

E aqui têm algo que é vulgarmente chamado de “A Pornografia dos Pobres”. Podem saber como acedendo ao seguinte link.

domingo, 12 de fevereiro de 2006

Valentine's Day

Golden day for florists, am I correct?

Profitable day for those who live theirs lives telling our brains that we need to buy that item or that pair of shoes because it’s trendy. Yeah, that’s the spirit! Let’s feed up the capitalist pigs that live among us, sucking our funds and drinking our strength of mind.

But on the other hand, I surely understand the commercial point of view, I would do it also, or perhaps better (if you’re a victim of capitalism apply the word worse here).

A year has twelve months and few of them are gainful.
Let’s see, we have January with the New Eve’s, but that almost doesn’t count because people always dream of making new resolutions and in the first two weeks they almost slaughter themselves to keep the financial statement alive; so what is left? February: Valentine’s Day and Carnival; two on a row, what a luck humh, even though February is the shortest month on the year. April stands for Easter, the funny chocolate bunnies and eggs: what a cutie. Let’s go marketable! And the gold medal goes to December with Christmas: that’s the best period to suck the finances of the poor.

I guess I’m on the wrong career… Who wants to open a gift shop with me? :P

domingo, 5 de fevereiro de 2006

Suspiros de outrora

É engraçado como as pessoas conseguem ser terrivelmente egocêntricas. Num dia é tudo sorrisos e abraços e logo em seguida é um total descambar de emoções. É irrisório. O cheiro a falsidade tresanda a decomposição.

E estas querelas e lamentações de minha parte de nada irão adiantar, é somente um escape débil que encontro momentaneamente.

Já nada é como dantes… O ‘antes’, esse por quem todos suspiramos como se da redenção divina se tratasse: é incrível mas verídico.

Enfim, são as lamúrias de uma mente, de uma alma que não encontra conforto na veracidade das coisas.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2006

Já nada é como o antigamente

Ó tempo, volta p'ra trás...!
Cada vez tenho mais a percepção que não estou a ficar mais nova, que o tempo passa por mim a uma velocidade avassaladora... Bolas, como dói!
Hoje em dia nem nas fábulas infantis podemos confiar! Essas, que considerávamos eternas e fiéis companheiras das nossas mesinhas de cabeceira…
Factos:
1)
Shrek, aquele ogre verde comedor de cebola, com os seus amiguinhos como o Pinóquio e afins…;
2)
HoodWinked (http://www.apple.com/trailers/weinstein/hoodwinked/trailer/), novidade com uma versão moderna do Capuchinho Vermelho…
Que difamação! Não tarda dizem-nos que o nosso querido Primeiro Ministro na realidade é um espantalho saído directamente do Feiticeiro de Oz